LUZ E SEMENTES CONSCIENCIAIS – IV*

Ó Luz!Dona da trilha de ananda**,

Que me leva à Consciência Cósmica… No Seio do Eterno.

Além, muito além do que eu sei, A canção das esferas viajando… Pelo campo de estrelas. E chamando para algo mais… 

Ó Luz! Que me guia pelas trilhas do coração, Para além de mim mesmo… Nos Excelsos Planos de Brahman***. 

Além, muito além do que eu posso ver… A assembleia das almas livres, tranquilas e magnânimas, Que, como a primavera, fazem bem a todos… Sempre chamando para o despertar da consciência. 

Ó Luz! Que me faz acender a fogueira do discernimento, Na queima das palhas secas de minhas ilusões.. .E que erradica o mal em mim. 

Além, muito além das luzes do mundo, A canção dos iniciados espirituais… Chamando para as viagens espirituais****, A todos aqueles que se atrevem a vencer a si mesmos. 

Ó Luz! Minha Mãe… Que invisivelmente me abraça, E me diz: “seja feliz!” 

(Dedicado a quatro gigantes espirituais, que um dia iluminaram as terras quentes da velha Índia e que continuam abraçando invisivelmente a humanidade: Paramahamsa Ramakrishna, Swami Sivananda, Sry Aurobindo e Paramahamsa Yogananda).

Wagner Borges, fonte

Notas:

* As três partes anteriores desse texto estão postadas nesses links:Parte I –http://www.ippb.org.br/wagner/textos-selecionados/luz-e-sementes-conscienciaisParte II –http://www.ippb.org.br/textos/textos-periodicos/769-luz-e-sementes-conscienciais-iiParte III –http://www.ippb.org.br/textos/1197-luz-e-sementes-concienciais-iii

** Ananda – do sânscrito – estado de bem-aventurança espiritual; êxtase espiritual.

*** Brahman – do sânscrito – O Supremo; O Grande Arquiteto Do Universo; Deus; O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência, além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-Lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele/Ela é Pai-Mãe de todos.

**** Viagens Espirituais – experiências fora do corpo, viagens fora do corpo, projeções da consciência, desprendimentos extrafísicos, projeções extrafísicas.