PAZ

De que vale o sucesso externo, se por dentro, há agitação e agonia da mente?
Por isso, Jesus deixou um ensinamento muito importante:
“De que adianta a uma pessoa ganhar o mundo, se ela perder sua alma?”
E Ele também dizia: “A Paz que Eu trago não é desse mundo!”
Está claro que essa é a Paz de dentro do coração e não a paz dos homens, que é apenas o intervalo entre suas guerras.
Muitos querem essa Paz, mas buscam-na com a mesma agitação que lhes caracteriza os objetivos imediatos no mundo.
Outros querem alcançar a transcendência espiritual, mas com a mesma agitação por dentro (por isso patinam tanto no trato com a própria consciência).
A Paz que não é desse mundo, naturalmente não pode ser encontrada externamente. Pelo contrário, ela surge na compreensão do Eterno que está em tudo.
Emoções turbulentas não trazem lucidez.
Ganância corrói o Ser.
Logo, só o Amor equilibra a consciência.
Talvez, por isso, o Buda dizia: “Abaixo da iluminação, só há dor!”
Ah, essa Paz Real, tão longe, externamente…
Porém, tão perto, dentro do coração.
Jesus e Buda estavam certos: Amor e Luz juntos, formam a Paz.

Paz e Luz.

– Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 1 de dezembro de 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s