O CANTO DO AMADO

cl_32839

O Meu Amado me pegou pelas mãos…
E subiu comigo pelos meus chacras.
Ele me mostrou o lugar onde não existem dores…
Bem lá, onde o Amor sempre é!
Então, eu me deixei levar por Ele…
Para além de minhas antigas chagas.
Era noite, mas o Amado me mostrou Sua Luz…
E me fez rodopiar em volta do Seu Sol…
Como uma centelha vital orbitando a Esfera do Amor.
No lótus das mil pétalas, eu fiz a dança do Samadhi…
Dos meus olhos jorraram dois rios de Luz…
E, nadando dentro deles, miríades de estrelinhas.
Esses dois rios desembocavam no Mar do Eterno.
Então, o Amado me disse:
“O seu Ioga é o Amor.
Sempre foi. E sempre será!”

P.S.:
Os meus chacras são sete joias…
O Amado me ensinou isso.
Desde então, eu navego por eles…
E desbravo os setes mares da minha consciência.
A Estrela Prânica é minha bússola…
E me guia na jornada espiritual.
Pois, navegar é preciso…
Para despertar.

(Dedicado ao sábio Kabir.)
Gratidão.
Paz e Luz.

– Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 22 de agosto de 2018.

Enviado por: IPPB – Newsletter <newsletter@ippb.org.br>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s