Sabedoria de Kabir [13]

‘Ó Senhor incriado, quem irá te servir?

Cada devoto presta culto ao deus de sua criação;

Ninguém se ocupa do supremo Brahman, o autossuficiente.

.

Esses e aqueles reverenciam os dez avatares.

Mas, se no avatar o Senhor se reveste com o manto da relatividade,

Ainda assim, Ele subsiste como Uno, em sua absoluta nudez.

.

Os crentes de todas as crenças disputam uns com os outros.

Kabir diz: Ó irmãos, guardai vossas palavras cortantes, silenciai!

Aquele que imergiu na pura luz do amor, este sim se salvou.”

.

*Kabir, grande mestre e poeta indiano do século XV, discorreu, em linguagem acessível, sobre o amor místico e a comunhão com o divino. Kabir não se definia como hindu, muçulmano ou sufi. Ele desprezava credos, denominações e ascetismos, levando a filosofia oriental a um novo rumo.

FonteKabir, Cem Poemas, selecionados por Rabindranath Tagore. José Tadeu Arantes, Ed. Attar, 2 ed., 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s